Resenha do Filme “Céu de Outubro”

17 de Agosto de 2012 at 9:20 Deixe o seu comentário

Ely de Sousa Agudo (4º ano do curso de Física/UEM e monitor do MUDI)

Mayse Otofuji – Mestranda em Ensino de Ciências e Matemática e monitora do MUDI

Dados do filme O Céu de Outubro (October Sky, 1999)

• Direção: Joe Johnston

• Roteiro: Homer H. Hickam Jr., Lewis Colick
• Gênero: Drama
• Origem: Estados Unidos
• Duração: 108 minutos

Elenco

Jake Gyllenhaal (Homer Hickam);

Chris Cooper (John Hickam)

Laura Dern (Frieda Riley)

Chris Owen (Quentin Wilson)

William Lee Scott (Roy Lee Cook)

Chad Lindberg (Sherman O’Dell)

O filme foi baseado no romance autobiográfico Rocket Boys, de Homer Hickam, publicado em 1998, a história é ambientada no final dos anos 50, em uma cidade em que a mineração é a maior empregadora local e conta a história de um adolescente de Homer Hickam  (Jake Gyllenhaal) que ao saber que os russos colocaram o satélite Sputnik em órbita,  começa a sonhar juntamente com seu amigos,(Quentin, Roy Lee e O’Dell) em também colocar um foguete seu em órbita. Com o apoio de uma professora (Frieda Riley, interpretado por Laura Dern), do colégio onde estuda, Homer dá início ao projeto que irá mudar sua vida para sempre, pois passa a  ser o passaporte que permitirá a eles que sejam aceitos por alguma universidade. Mas para isso precisam ser bem sucedidos em um concurso internacional de ciências.

Mas a trajetória dos “fogueteiros” (forma como o grupo fica conhecido) não é nada fácil. A vida na cidade é dura e o futuro um tanto nebuloso, pois exceto um ou outro “felizardo” que consegue uma bolsa de estudos em alguma universidade – e somente graças ao bom desempenho no time de futebol americano – o destino da maioria é mesmo a mina de carvão, que para “ajudar” vem enfrentando vários problemas, como greve de mineradores e o risco de esgotamento dos recursos minerais. Isso tudo sem falar nos problemas tradicionais da adolescência, como as paixões secretas, brigas familiares e dificuldades financeiras.

Este filme demonstra a realidade da experimentação em Ciência, exemplificado pela confecção de um experimento científico (no caso, um foguete) presente na vida de um jovem aspirante a cientista (Homer Hickam). Podemos observar as dificuldades encontradas, os avanços, as melhorias e a conquista. O filme “Céu de Outubro” reflete bem como é o desenvolvimento científico, nos mostra o quanto devemos tentar até que alcancemos resultados positivos. No decorrer de toda a história da ciência vemos casos parecidos ao de Homer – personagem principal do filme – nos quais vários outros cientistas precisaram desenvolver diversos experimentos e melhora-los até alcançarem o sucesso e reconhecimento.

Podemos observar que o surgimento do interesse pela ciência, é sempre promovido por uma situação curiosa. No caso do filme, essa situação é a ferramenta motivadora com o lançamento do satélite Sputnik, pela Rússia, que foi responsável por um garoto comum conquistar uma bolsa de estudos numa universidade.

No filme de estudo, podemos ver que a ciência não está tão distante do cotidiano como muitos imaginam, um bom exemplo é a utilização de equações de movimento bidimensionais de projéteis, que foi capaz de inocentar os jovens garotos de um crime que não cometeram. Com o uso da matemática foi possível estimar a distância máxima percorrida pelo foguete, no filme a explicação que Homer usa para provar sua inocência ao diretor de sua escola, são equações de movimento ensinadas ainda no ensino médio, que, muitas vezes, podem ser próximas à realidade. Na situação demonstrada no filme,  para uma maior eficácia, a matemática é mais elaborada, e os dados como velocidade inicial, ângulo formado entre o foguete e o chão, a resistência do ar e etc. são fatores cruciais para o resultado correto dos cálculos.

Determinados fatores físicos foram cruciais no desenvolvimento do foguete, desde a aerodinâmica e a resistência dos materiais. A utilização de uma arruela (ou melhor, tubeira) deu ênfase na resistência térmica de determinados materiais, e a necessidade da utilização de um aço com características térmicas capaz de aguentar altos valores caloríficos.

Os valores caloríficos mencionados anteriormente são alcançados por meio de reações químicas durante a queima do combustível encontrada dentro do foguete. Esta queima é a responsável pelo movimento ganho do foguete, regida por leis da física.

Podemos concluir que filmes como “Céu de Outubro” reflete a vida de um cientista que precisa trabalhar duro e com determinação, independente das diversas falhas que ocorrerão durante sua pesquisa, ou seja, o filme é uma forma de divulgação científica para que as pessoas que o assista possam enxergar como a ciência pode ser desenvolvida por qualquer um que tenha vontade de aprender.

Por fim, o filme narra também a dura relação entre pai e filho e a forma com que a população lida com o processo científico, apresenta uma linguagem acessível, é despretensioso, inspirador, cativante, envolvente, com boa atuação dos atores, “Céu de Outubro” é um filme que fascina pelo roteiro, pelo ritmo, pelas emoções que ele desperta. Praticamente impossível não chorar com ele. Simplesmente, imperdível.

About these ads

Entry filed under: Sem categoria. Tags: , , , , , , , , , , , , .

Artrose Porque o céu “fica vermelho” ao entardecer e ao amanhecer?

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: