Osteófito, o popular “Bico de Papagaio”

13 de Julho de 2012 at 16:00 Deixe um comentário


Acadêmico de Medicina Guilherme Granzotti Martins 
Orientação da Professora Tania Regina Santos Soares
  • O que é osteófito?

Osteófito é uma formação óssea anormal, muito freqüente, que é produzida na proximidade das articulações decorrente do “desgaste” do osso (também chamado de osteoartrose). Pode ocorrer na coluna, nos joelhos, articulação do quadril e até nos dedos das mãos. Devido a formação de espículas ou “espinhos” ósseos, o osteófito apresenta-se ao RX com a aparência de bico de ave e, portanto, é popularmente denominado de “bico de papagaio”.

  • Como se origina o osteófito?O osteófito decorre de doenças degenerativas da cartilagem articular ( as osteoartroses) levando a uma perda da capacidade de reter moléculas de água, o que diminui sua flexibilidade e capacidade de amortecimento, produzindo pequenas fraturas a cada impacto da movimentação do corpo. Essas fraturas expõem o osso subjacente, fazendo-o “gastar-se” e formar-se de modo errôneo, tornando essa superfície irregular, rugosa e inadequada para o deslizamento das extremidades articulares. Essa neoformação óssea irregular consiste no osteófito. É por isso que a osteoartrose é chamada de “articulação gasta” ou “osso gasto”
  • Quais são os sintomas e como se faz o diagnóstico?O diagnóstico se faz pela presença dos sintomas (o que se sente) e sinais (o que se vê no exame físico) típicos de osteoartrose.

    Os sintomas mais freqüentes são:

    a) dor nas articulações (principalmente ao movimento, que melhora com o repouso)

    b) crepitação (ruído) no movimento

    c) rigidez das “juntas” no início do movimento

    d) marcha em falso (joelho “falhar” quando anda)

    e) inchaço das articulações

    f) aparecimento de nódulos duros, pouco dolorosos, por vezes com desvios nas articulações dos dedos das mãos


  • O que devo fazer para previnir-me?

A prevenção baseia-se em manter os ossos e as articulações saudáveis.

Para isso, preconiza-se: 

a) Evitar imobilidade: a imobilidade piora a osteoartrose por enrijecimento das estruturas articulares. Para tanto, deve-se fazer exercícios de rotina, no mínimo 3 vezes por semana, por 30 a 40 minutos, sem exaustão, de baixo impacto, focando alongamento e fortalecimento das estruturas de alinhamento articular. Aconselha-se: andar, dançar, nadar, ioga e hidroginástica. Os exercícios aquáticos estimulam o alinhamento articular com alongamento muscular. O alongamento permite melhor mobilidade, com relaxamento da musculatura e melhora da dor.

b) Alimentar-se bem: ingerir proteínas e cálcio (laticínios) e vitaminas (frutas e verduras cruas), além de boa hidratação (mínimo de2 litros de líquido por dia), para boa formação óssea e articular.

c) Afastar fatores de risco: não fumar, não ingerir álcool e não ter sobrepeso (obesidade).

d) Tomar sol (antes das 10h da manhã e após as 16h) por 15 minutos diariamente, para facilitar a formação de vitamina D, para a calcificação dos ossos.

e) Munir-se, se necessário, de “ajudantes físicos”: materiais que diminuam o impacto e o risco de quedas, e que corrijam posturas: palmilhas, bengalas, alças de suporte em banheiro, etc.


Entry filed under: Sem categoria. Tags: , , , , , , , , .

Fungo presente na boca pode causar infecções em pacientes renais crônicos Doença de Chagas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: