Espelho, espelho meu… Como faço para o mais belo ser eu?

4 de Março de 2013 at 8:34 Deixe um comentário

Professora Dra Carmem Patrícia Barbosa Lopes

Fisioterapeuta. Professora de Anatomia Humana do Departamento de Ciências Morfológicas da UEM e CESUMAR.

vaidade

Embora o sábio rei Salomão já tivesse mencionado há muitos anos, em um de seus provérbios, que “Enganosa é a graça e vã a formosura”, por vezes ainda me espanto com o quanto o ser humano valoriza a beleza.

Prova disso são os espantosos índices que o Brasil tem obtido em relação ao panorama mundial: em 2012, foi o segundo país do mundo a realizar cirurgias plásticas estéticas e o segundo a ter o maior número de academias por habitantes, conforme dados publicados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pelo Jornal da Globo (2012). O objetivo é um só: Modificar a forma do corpo para obter os tão desejados padrões estéticos aceitos por todos como ideais.

Desejar a beleza não me parece errado, mas me inquieta o fato de que é bem menor o número de pessoas que se preocupam em primeiro conhecer melhor a morfologia do seu próprio corpo para então buscar modificá-lo em busca da beleza. Não deveria ser assim, pois a beleza pode vir de dentro uma vez que quando utilizamos adequadamente uma estrutura anatômica ela pode vir a se desenvolver e apresentar um formato mais bonito (é o que ocorre, por exemplo, com ossos e músculos submetidos à prática de atividade física adequada). Assim, o autoconhecimento do corpo poder ajudar tanto a desenvolvê-lo quanto a prevenir possíveis danos em seu funcionamento.

Creio que se todos nós tivéssemos o mesmo encanto pelo corpo humano que o salmista teve ao escrever o salmo 139 e contando com toda a tecnologia atual que nos está disponível, buscaríamos conhecer mais profundamente nosso mais íntimo “lar” e assim, priorizaríamos sua saúde e desenvolvimento.

Fica aqui o convite aos interessados em conhecer melhor este maravilhoso monumento que é o corpo humano: venham visitar a exposição de Anatomia Humana do MUDI e entender desde a concepção e o desenvolvimento do corpo humano até seu envelhecimento.

Entry filed under: Sem categoria. Tags: , , , , , , , , , .

Porque os aparelhos de ar-condicionado são colocados na parte superior de uma sala? Mulheres e Ciência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: