Você é pontual? E quando se trata do seu ritmo biológico?

21 de Agosto de 2013 at 8:21 Deixe um comentário

Bruna Lorena Bacaro – Graduanda em Pedagogia – UEM

Débora M G Sant’Ana – Professora da UEM

Alguns pensam que dormir é perda de tempo, outros que é um período que “desligamos” muitas funções orgânicas para que descansem. Na verdade, o sono não é perda de tempo e de forma alguma um estado de “desligamento”. Nosso corpo e cérebro estão funcionando durante o sono, porém de formas diferentes.

Enquanto estamos acordados (estado de vigília) temos ritmos biológicos que preparam nosso corpo para as atividades físicas e intelectuais, já quando dormimos, os ritmos orgânicos e cerebrais são diferentes, desempenhando funções de crescimento e reparo de tecidos e outras como processamento da memória.

Mas por que temos sono? E por que o sono normalmente acontece no período da noite? Nossos olhos são capazes de captar a luminosidade do ambiente, por meio da retina. A luz incidente nos neurônios retinianos é transformada em impulso nervoso que trafega pelos nervos e tractos ópticos sinalizando regiões cerebrais de sua existência. Estas regiões são chamadas de relógios biológicos e incluem um pequeno núcleo chamado de supraquiasmático (NSQ) e uma glândula chamada de pineal.

A existência ou não da luz solar faz com que estas estruturas cerebrais coordenem muitos hormônios que resultam nas diferentes funções diurnas e noturnas, dentre elas, a indução do sono a noite e da vigília, ao amanhecer. Pelo menos era assim quando os seres humanos dependiam exclusivamente da luz solar para indicar a duração do dia e da noite.

Mas na atualidade, os aspectos sociais têm grande influência em nosso ciclo, por quê? Estamos em uma era em que a tecnologia é dominante, o desenvolvimento de atividades durante o período noturno envolve a maior parte da população. Estes fenômenos sociais “bagunçam” o nosso ritmo biológico, ou, como dizem os estudiosos da área, arrastam nossos ritmos normais. Por exemplo, as refeições são feitas quando há tempo, e não quando o relógio biológico determina a fome. A hora de dormir tem se estendido cada vez mais, já que a luz elétrica e os aparelhos eletrônicos (computadores, televisão e etc) reduzem o período em que somos expostos ao escuro bem como a duração do sono.

Porém, é preciso considerar que dentre os seres humanos a necessidade de sono é variável, pois existem os grandes dormidores, que necessitam de cerca de dez horas diárias de sono, os pequenos dormidores, que com cerca de cinco horas de sono diárias estão satisfeitos e bem dispostos e também existe o grupo intermediário, no qual se encontra a maior parte da sociedade que precisa de sete a oito horas de sono. Todavia, para o ser humano, consideradas suas peculiaridades da necessidade de sono, dormir pouco levará a sonolência diurna excessiva, um dos efeitos da privação do sono.

Muitos estudos comprovam que uma noite mal dormida prejudica a atenção e o aprendizado, mas por quê? Qual a relação entre o sono, atenção e a aprendizagem? Quando temos uma boa noite de sono, nosso cérebro processa o que vivenciamos e aprendemos durante o dia e envia para o córtex cerebral os fatos que serão incorporados na memória de média e longa duração. Com a sonolência diurna excessiva, a atenção fica comprometida, prejudicando a aprendizagem.

Mas além dos ritmos biológicos que podem ser arrastados pela vida moderna, muitos fatores podem ser responsáveis pela falta de qualidade do sono, estes recebem o nome de distúrbios do sono (DOS). Dentre os DOS mais comuns estão a insônia, problemas respiratórios, dentre outros. Nas crianças, muito comuns são os distúrbios obstrutivos do sono, que comprometem a respiração dos pequeninos, levando ao ronco, a apneia (interrupção completa da respiração por curto período de tempo), hipopneia (limitação da entrada do ar) dentre outros. Estudos comprovaram que crianças com DOS apresentam pior desempenho nos testes de aprendizagem e têm dificuldade para manter a atenção e consequentemente a formação de memória imediata.

Por tanto, o sono está vinculado a uma vida saudável sendo um dos nossos principais ritmos. Não podemos deixar de respeitar este ciclo biológico para que tenhamos saúde e também um dia de trabalho produtivo. São detalhes importantíssimos que muitas vezes não recebem a atenção que merecem e que podem levar a problemas de saúde como o desenvolvimento de obesidade,depressão e muitos outros distúrbios. Cuide do seu sono. Mantenha seu ritmo!

Entry filed under: Sem categoria. Tags: , , , , , , .

Narguile: Fumacinha que só faz mal à saúde Insetos: nojentos ou alimento?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: