QUERIDO CORAÇÃO

13 de Junho de 2016 at 11:17 Deixe um comentário

Cristiany Schultz

Educador Físico – Pós Graduação Anatomia e Histologia- UEM

Imagem 1.

Imagem 1.

O coração é um órgão oco, muscular, contrátil, que possui quatro cavidades, com a contração do coração o sangue é impulsionado para o interior da rede vascular ( vasos), para ser distribuído ao corpo e conduzido de volta ao coração.

Para que os batimentos cardíacos se regulem com harmonia, é necessário a ação conjunta e antagônica de nervos importantes que movimentam o coração.

Sabe-se que um órgão qualquer está em pleno funcionamento quando ele nos dá a impressão de que não existe, neste caso o coração é capaz de dominar, de polarizar a vida inteira do indivíduo como começa a ser sentido, quando começa a existir.

Basta pensar que ele normalmente se contraí uma vez por segundo, três mil vezes por hora e cem mil vezes por dia, para que o medo se instale decorrente de uma parada brusca.

Mas é preciso saber também que entre um tictac que se repete, no mecanismo da circulação. Há um período de silêncio, melhor dizendo, de repouso.  .

Se pensarmos ainda que o coração não impele mais é impelido pela onda sanguínea que o faz palpitar, já não o consideraremos como um déspota do corpo, ao qual a própria vida se escraviza, a partir disso a pergunta que norteia é porque o sangue circula?

A resposta então seria: Porque o liquido corre… e porque corre? Corre porque corre… por isso o coração palpita, por que simplesmente a onda sanguínea impele para isso, logo o risco da vida está no mecanismo da circulação e não no coração em si mesmo.

Ao contrário do que muita gente pensa, o coração, é um órgão muito resistente, é o “comandante do navio”, quando lesado, conta com as compensações de reforço e defesa, vai batendo até o derradeiro alento da vida.

 

Depois da morte também oscila, é um colaborador da vida, emoções desagradáveis provocam aceleração dos batimentos cardíacos, emoções gratas fazem o coração trabalhar mais devagar, as sensações daí decorrentes são infinitas, uns dizem que o coração nestas ocasiões da verdadeira cambalhota.

Imagem 2.

Imagem 2.

 

Para saber mais acesse: 

http://www.fleury.com.br/medicos/educacao-medica/revista-medica/materias/Pages/cuidados-com-o-coracao-do-atleta.aspx

http://www.sitemedico.com.br/site/qualidade-de-vida/bemestar/7163-os-cuidados-com-o-seu-coracao

Referencia bibliográfica:

Vícios da Imaginação. Da Silva Pereira, Gastão Capítulo V, O CoraçãoPsíquico, Editora Italiana 2ª Edição, p.69 a 78.

 

Entry filed under: Sem categoria. Tags: .

A DEPRESSÃO É DOENÇA SIM! Posso pegar sarna do meu cachorro?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: