Posso pegar sarna do meu cachorro?

7 de Julho de 2016 at 8:14 Deixe um comentário

Ellenn Pollyanna Alexandre Fernandes

Médica Veterinária – Mestranda PBF UEM

A resposta é…depende!

Os cães podem desenvolver dois tipos de sarnas, causadas por dois ácaros diferentes:

Sarcoptes scabiei: causador da sarna sarcóptica ou escabiose canina. Ela é caracterizada principalmente por provocar muita coceira e ocasionar lesões de pele primeiramente na região das orelhas e cotovelos. Sua importância torna-se maior pela facilidade de transmissão através do contato direto com outro cão doente e pelo seu potencial de transmissão ao ser humano, sendo considerada uma zoonose (FRANCO E HAMANN, 2004).

O outro ácaro é o Demodex canis, causador da sarna demodécica, ou demodicose canina; esta, não é considerada uma zoonose, pois não é transmissível à outros cães e aos seres humanos. Acredita-se que seja devido a uma predisposição genética individual, onde a pele dos cães portadores de demodicose é ecologicamente favorável à reprodução e crescimento dos parasitos (Silva et al.; 2008). Fatores como nutrição inadequada, estresse, endoparasitoses, enfermidades debilitantes, imunossupressão e alterações hormonais durante o ciclo estral também podem contribuir para o surgimento das lesões. Então, como faço para saber qual sarna meu cão tem?

O médico veterinário irá fazer um exame de material colhido por raspagem de pele profunda e irá confirmar a presença do ácaro. O tratamento, se feito no início da doença, é simples e sem complicações para o cão, obtendo um bom resultado.

Portanto, se o seu cão começar a ter coceiras intensas pelo corpo, fique atento e leve-o ao médico veterinário de sua confiança!

Fonte:www.amigodobicho.net

Fonte:www.amigodobicho.net

 

 

 

 

 

Referências: FRANCO, M.B.; HAMANN, W. Doramectin in the treatment of dogs with sarcoptic mange and  gastrointestinal nematodes, Archives of Veterinary Science v. 9, n. 1, p. 23-29, 2004.

Silva et al.; CANINE DERMODICOSIS AND NEW TREATMENT PERSPECTIVES: REVIEW. Arq. Ciên. Vet. Zool. Unipar, Umuarama, v.11, n.2, p. 139-151, jul./dez. 2008.

 

 

 

Entry filed under: Sem categoria. Tags: .

QUERIDO CORAÇÃO DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA EM ZOOLÓGICOS E PARQUES

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: