ESPAÇOS QUE PROMOVEM A SAÚDE POR MEIO DA ATIVIDADE FÍSICA EM MARINGÁ – PR: UMA OPÇÃO NA DOENÇA DE ALZHEIMER

12 de Abril de 2017 at 15:02 Deixe um comentário

Mateus Dias Antunes1

 

1 – Possui graduação em Fisioterapia pelo Centro Universitário de Maringá (2015). Especialista em Exercício Físico e Reabilitação do Idoso pela Faculdade Metropolitana de Maringá (2017) e Atualmente é Mestrando em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário de Maringá (Bolsista CAPES). Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Promoção da Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: Idoso, Promoção da Saúde, Atividade Física e Envelhecimento.

O crescimento da população idosa no mundo implica no aumento de problemas associados aos declínios no funcionamento dos órgãos e sistemas. Na saúde mental, aumentam o aparecimento das demências, e dentre os tipos, destaca-se a doença de Alzheimer, sendo mais prevalente, correspondendo a 70% dos casos no Brasil. A demência acomete ambos os sexos, sendo comum em pessoas com 60 anos ou mais. No Brasil, um fato preocupante é que as projeções indicam que a média de prevalência encontra-se mais alta que a mundial e os custos com os tratamentos também são elevados.

Em relação aos tratamentos, ainda não existe cura para a Doença de Alzheimer, porém os tratamentos farmacológicos e a reabilitação neurocognitiva são capazes de retardar e/ou estagnar temporariamente o avanço da doença. Estudos apontam que a prática regular de atividades físicas tem uma grande importância na Doença de Alzheimer. As atividades físicas estimulam o indivíduo, trazendo benefícios no sentido de: facilitar a redescoberta do esquema corporal; preservar as capacidades funcionais remanescentes durante o máximo de tempo possível; melhorar o aspecto moral e a confiança; restituir a autoestima e consequentemente, ajudar a manter certa qualidade de vida. Também já está sendo pesquisado, que a atividade física pode reduzir até 50% o risco de ter Doença de Alzheimer.

No município de Maringá existem diversos espaços e práticas que promovem a saúde dos idosos. Destacam-se as Academias da Terceira Idade, espaços gratuitos que tem na maioria dos bairros e locais turísticos da cidade, também existem lindos parques arborizados que permitem a prática de caminhada, as Universidades também constam com programas gratuitos para idosos, além disso, a Prefeitura conta com alguns programas realizados juntamente com as Unidades Básicas de Saúde de todos os bairros. Não fique parado, corra atrás para praticar atividade física e Promover a sua Saúde.

 

 

 

 

 

 

LEIA MAIS EM:

 

MATSUDO, Sandra Mahecha. Atividade física na promoção da saúde e qualidade de vida no envelhecimento. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 20, n. 1, p. 135-37, 2006.

 

MATSUDO, Sandra Mahecha. Envelhecimento, atividade física e saúde. Boletim do Instituto de Saúde, v. 1, n. 47, p. 76-79, 2009.

 

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Controvérsia acadêmica -Mesentério é um novo órgão?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: