COMO PODE SER REALIZADA A AVALIAÇÃO POSTURAL

12 de Setembro de 2018 at 8:46 Deixe um comentário

Lilian Catarim Fabiano1

Carmem Patrícia Barbosa2

1Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia do Trabalho e Ergonomia, aluna da Especialização em Anatomia e Histologia Humana da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e mestranda em Biociências e Fisiopatologia (UEM). 

 

2Fisioterapeuta e Professora Doutora do Departamento de Ciências Morfológicas (Área de Anatomia Humana) da Universidade Estadual de Maringá (UEM

Figura 1. Avaliação postural utilizando simetrógrafo
(https://www.google.com.br/avaliacaopostural com acesso em 26/03/2018)

Na semana passada falamos sobre a anatomia da coluna vertebral, suas principais doenças e os cuidados diários que devemos ter para preveni-las. Concordamos que, em se tratando dos males da coluna, o ditado popular “é melhor prevenir do que remediar” é extremamente verdadeiro. Por isso, você já parou para pensar seriamente como anda a saúde da sua coluna? Já fez alguma avaliação postural? Sabe qual a importância de se fazer uma avaliação específica? Pois hoje vamos conversar com mais profundidade sobre este assunto e entender sua importância.

Aavaliação posturalé um importante método diagnóstico que serve para identificar desvios posturais em vista anterior, posterior e lateral direita/esquerda (Figura 1). Ela permite que uma inspeção global da postura seja feita para que assimetrias corporais e desvios de postura sejam identificados de forma observacional, ou seja, prestando atenção nos detalhes anatômicos do corpo da pessoa avaliada. Todavia, para facilitar a identificação de alterações, é preciso que oindivíduo esteja vestindo roupas justas (como as usadas para fazer exercícios)ou mesmo trajes de banho.

Aavaliação posturalé feita por meio de um aparelho chamadosimetrógrafo(Figura 1).Embora o nome seja meio complicado, ele é um aparelho extremamente simples, de formato retangular,comcerca 2 metros de altura por 90 centímetros de largura, com linhas horizontais e verticaisque formam vários quadrados. A pessoa avaliada deve se posicionar em pé, a frente ou atrás do aparelho, de forma que uma das linhas verticais fique alinhadaà uma linha imaginária que passa no centro do corpo do avaliado. Assim, é possível observaralterações anatômicas em estruturas ósseas, articularese musculares, permitindo verificar com clareza se os lados direito e esquerdo do corpo são simétricos. São avaliados pontos específicoscomo a altura dos ombros, da cintura, do quadril, o formato dos joelhos, a posição dos tornozelos e dos pés. Além disso, é possível identificar aquelas alterações da coluna que foram explicadas no texto da semana passada, como as escolioses, as hipercifoses e as hiperlordoses.

Outro aparelho importante na avaliação postural é o plantígrafo.Embora também seja muito simples de manusear, necessita da interpretação de um profissional habilitado que avalie a forma como a pessoa descarrega o peso do corpo ao pisar. Ele permite que seja feita uma impressão do pé (como se fosse um carimbo) para que o profissional avalie se a impressão é normal, se o pé é cavo ou “chato” (Figura 2). Além disso, com este aparelho é possível saber se a pessoa descarrega o peso do corpo de maneira uniforme ou em pontos específicos (como na região calcanear ou em apenas um dedo). Sua importância está no fato de que as alterações da pisada podem causar desequilíbrio corporal, problemas no tornozelo, no joelho, no quadril e até mesmo na coluna.

Figura 2. Avaliação da pisada plantar utilizando o plantígrafo
(imagens obtida em http://randradefisio.com.br/avaliacao-computadorizada-fotogrametria/palmilhas-ortopedicas-e-posturais/plantigrafo/acesso em 24/03/2018)

A avaliação com destes aparelhos ea coleta de informações importantes como a história de doenças pregressas, traumatismos,hábitos diários e a frequência de realização de exercícios físicos (anamnese), permite a detecção precoce de alterações na coluna vertebral. Assim, complicações são evitadas por meio de orientações, cuidados elementares e tratamento direcionado a fim de se evitar, por exemplo, problemas maiores como hérnias de disco, artrose na coluna e correções cirúrgicas.

 

REFERÊNCIAS

 

KENDALL FP, MCCREARY EK, PROVANCE PG. Músculos: provas e funções. 5a ed. São Paulo: Manole, 2007.

 

RESENDE FS, HAAS AN, PRADO RP, BARROS PS. Análise das impressões plantares em praticantes de ballet clássico. R. bras. Ci. eMov 2017.

 

 

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

COLUNA VERTEBRAL: É CONHECENDO QUE SE PREVINE SEUS MALES Imunidade e Câncer

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Site do MUDI

Arquivo


%d bloggers like this: